Pretty Little Things: Quem escreve

Pretty Little Things: Quem escreve: Meu nome é Jaciara, como já devem saber. Tenho 16 anos, a caminho dos 17, e sou aparentemente uma garota normal. Gosto de música clássica e ...

Reações: 

Paul Cadden


Desenhos que podem ser confundidos com fotografias são a especialidade do artista hiperrealista escocês Paul Cadden, que é parte de uma exposição em uma galeria de Londres.
Com lápis e papel, Cadden faz desenhos ricos em detalhes e expressões.
 As imagens estão sendo expostas na galeria londrina Plus One (www.plusonegallery.com), especializada em hiperrealismo.
A exposição engloba 16 artistas hiperrealistas. Mas as obras de Cadden ficarão permanentemente no local, ou até que sejam vendidas - algumas chegam a custar até 5 mil libras, ou quase R$ 15 mil.
Segundo o jornal britânico The Daily Mail, o artista leva em torno de três a seis semanas para produzir cada obra.















Reações: 

Marilyn Monroe Óleo Sobre Tela... Fiz Para Minha Mãe!

Reações: 

Um esboço meu do Orlando Bloom...

Reações: 

Julian Beever - Desenho em Pastel 3D

Veja que interessante a arte deste artista que domina as leis da
Perspectiva
com muita criatividade e habilidade!


Observe que isto é um desenho em uma calçada com efeitos 3D !





Não existe este "buraco" onde está desenhado a pisscina, é simplesmente uma
calçada plana com técnicas de perspectiva e Realismo!



 
Mais uma vez consegue trazer a impressão real de que existe uma
caixa de giz pastel onde é simplesmente uma calçada!



 
As pessoas "pasmas" observando o desenho de um buraco
com um mosaico de uma figura feminina! 




 
Aqui ele finge estar no alto de um edifício, simplesmente fantástico!




Mais alguns trabalhos geniais...




 




 




 




























O artista:


Reações: 

Jean-Auguste Dominique Ingres - Pintura e Desenho

Jean-Auguste Dominique Ingres (29 de Agosto de 1780, Montauban – 14 de Janeiro de 1867, Paris), mais conhecido simplesmente por Ingres, foi um celebrado pintor e desenhista francês, atuando na passagem do Neoclassicismo para o Romantismo. Foi um discípulo de David e em sua carreira encontrou grandes sucessos e grandes fracassos, mas é considerado hoje um dos mais importantes nomes da pintura do século XIX.

Filho de um escultor ornamentista, educou-se inicialmente em Toulouse. Depois, formado na oficina de David, permaneceu fiel aos postulados neoclássicos do seu mestre ao longo de toda a vida. Passou muitos anos em Roma, onde assimilou aspectos formais de Rafael e do maneirismo. Ingres sobreviveu largamente à época de predomínio do seu estilo, dado que morreu em 1867. A partir de 1830 opôs-se com veemência, da sua posição de académico, ao triunfo do romantismo pictórico representado por Delacroix.


Ingres preferia os retratos e os nus às cenas mitológicas e históricas. Entre os seus melhores retratos contam-se Bonaparte Primeiro Cônsul, A Bela Célia, O Pintor Granet e A Condessa de Hassonville. Nos nus que pintou (A Grande Odalisca, Banho Turco e, sobretudo, A Banhista) é patente o domínio e a graça com que se serve do traço. A sua obra mais conhecida é Apoteose de Homero, de desenho nítido e equilibrada composição.


Sua obra representa a última grande floração da veneranda tradição de pintura histórica. Também deixou obra notável no retrato e no nu feminino. Sua pintura tinha um acabamento técnico impecável e a qualidade de sua linha foi sempre altamente elogiada Respeitava profundamente os mestres do passado, assumindo depois da morte de David o papel de paladino da ortodoxia clássica contra a ascensão do Romantismo. Esclareceu sua posição afirmando que seguia "os grandes mestres que floresceram naquele século de gloriosa memória quando Rafael estabeleceu os eternos e incontestáveis padrões do sublime em arte… Sou, assim, um conservador de boa doutrina, e não um inovador".


Não obstante a crítica moderna tende a considerá-lo como uma encarnação do mesmo espírito romântico que ele procurava evitar - opinião que foi expressa também por vários de seus contemporâneos, enquanto que suas distorções expressivas de forma e de espaço o tornam um precursor da arte moderna, exercendo influência sobre artistas como Degas, Picasso, Matisse e Willem de Kooning, entre outros.


Observe a riqueza de detalhes e a valorização das texturas sem esquecer em momento algum a composição e os elementos por ele retratados com total maestria e virtuosidade! Sem dúvida um dos maiores gênios da pintura da humanidade!





Auto-retrato com 24 anos, 1804 (revisado ca. 1850),
pintura a óleo, 78 x 61 cm, Musée Condé.


Napoleão entronizado, 1806




A banhista de Valpinçon, 1808



Retrato da Princesa de Broglie, 1853




Madame Moitessier, sentada, 1856




Retrato de Charles Thévenin, 1817





Retrato de Louis-François Bertin, 1832




A família Stamaty, 1818



A grande odalisca, 1814





O banho turco, 1862





A morte de Leonardo da Vinci, 1818






Reações: 

Max Ferguson - Pintura e Desenho

ACREDITE! TUDO ISSO É PINTURA A ÓLEO E DESENHO EM GRAFITE !!!!!!!
Estou postando este artista novamente, porém devido a repercussão agora de uma forma mais competa para deleite de todos que acessarem este blog!



 Sobre o Artista:

 Max Ferguson é um pintor hiperrealista que retrata cenas cotidianas e lugares de cidades americanas como Miami e New York, entre outras. Na minha opinião um dos melhores artistas (se não for o melhor) hiperrealista da atualidade. Quanto suas pinturas a óleo como seus desenhos em grafite e carvão parcem fotografias literalmente, com uma composição fantástica! Confira! Para ver mais visite o site do artista.

 Óleo Sobre Painel



 Óleo sobre Painel




Óleo Sobre Painel


 
Óleo Sobre Painel




Óleo Sobre Painel




Óleo Sobre Painel




Óleo Sobre Painel




Óleo Sobre Painel




Óleo Sobre Painel




Óleo Sobre Painel




Grafite Sobre Papel




Grafite Sobre Papel




Grafite Sobre Papel




Óleo Sobre Papel




Óleo Sobre Papel



Óleo Sobre Papel


Reações: 

Jeffrey T. Larson - Pintura

LOUCURA! HIPERREALISMO FANTÁSTICO!

Jeffrey T. Larson nasceu em 1962 em Two Harbors, Minnesota e cresceu no Twin Cities. Estudou arte nos moldes dos Old Masters (antigos mestres) no prestigiado Atelier Lack, um estúdio/escola cujas tradições e métodos de formação vão do impressionismo às academias francesas do século XIX.Através de uma exímia técnica artística, seu trabalho alcança um perfeito realismo, dando-nos a impresão de estar visualizando fotografias e não óleos sobre tela. Para ver mais obras do artista, visite seu site: www.jeffreytlarson.com
































Reações: 
Related Posts with Thumbnails